quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Justiça manda aliado de Haddad devolver R$ 21 milhões aos cofres de São Paulo

Atualmente, Maluf é aliado dos petistas na coligação que tenta
 levar Fernando Haddad, do ‘kit gay’, à Prefeitura de
 São Paulo


O ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf, foi condenado pela Justiça a devolver R$ 21 milhões aos cofres municipais até o final de outubro, com base numa representação apresentada pelo PT em 1996. Maluf perdeu todos os recursos.

 A ação, por improbidade administrativa, foi motivada por petistas como o atual ministro José Eduardo Cardozo (Justiça), Devanir Ribeiro e José Mentor, ambos do diretório nacional, o vereador José Américo e os deputados Carlos Zarattini e Adriano Diogo, na época opositores à gestão de Paulo Maluf.

 O valor da restituição foi atualizado em agosto e, caso Maluf não o devolva, deverá pagar mais juros e multa de 10%, determinou a juíza. O político já tentou suspender o processo com apelações ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF). Em março de 2009, em recurso relatado pelo ministro Ayres Britto, o STF negou o pedido de Maluf, que já havia perdido também no Tribunal de Justiça paulista.

 Leia o post do jornalista Reinaldo Azevedo, em seu blog na Veja, Juíza manda aliado de Haddad devolver R$ 21 milhões aos cofres da cidade de SP, mas petista quer é lhe dar a chave do cofre.

 Verdade Gospel.