quarta-feira, 10 de junho de 2015

Jesus e a Mulher Pecadora

Que a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja contigo!  Quero convidá-los a leitura de João 8

 "1 Depois todos foram para casa, mas Jesus foi para o monte das Oliveiras. 
2 De madrugada ele voltou ao pátio do Templo, e o povo se reuniu em volta dele. Jesus estava sentado, ensinando a todos.
 3 Aí alguns mestres da Lei e fariseus levaram a Jesus uma mulher que tinha sido apanhada em adultério e a obrigaram a ficar de pé no meio de todos.

 4 Eles disseram: — Mestre, esta mulher foi apanhada no ato de adultério. 
5 De acordo com a Lei que Moisés nos deu, as mulheres adúlteras devem ser mortas a pedradas. Mas o senhor, o que é que diz sobre isso?
 6 Eles fizeram essa pergunta para conseguir uma prova contra Jesus, pois queriam acusá-lo. Mas ele se abaixou e começou a escrever no chão com o dedo.
 7 Como eles continuaram a fazer a mesma pergunta, Jesus endireitou o corpo e disse a eles: — Quem de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nesta mulher! 
8 Depois abaixou-se outra vez e continuou a escrever no chão.
 9 Quando ouviram isso, todos foram embora, um por um, começando pelos mais velhos. Ficaram só Jesus e a mulher, e ela continuou ali, de pé.
 10 Então Jesus endireitou o corpo e disse: —Mulher, onde estão eles? Não ficou ninguém para condenar você?
 11 — Ninguém, senhor! — respondeu ela. Jesus disse: — Pois eu também não condeno você. Vá e não peque mais! 
12 De novo Jesus começou a falar com eles e disse: — Eu sou a luz do mundo; quem me segue nunca andará na escuridão, mas terá a luz da vida." João 8.1-12

 Aqui vemos que o nosso Senhor Jesus Cristo esteve frente a frente com uma mulher que obviamente era culpada de promiscuidade. Ela foi arrastada pelos líderes religiosos - os escribas e fariseus, até a presença de Jesus enquanto Ele ensinava na sinagoga, e eles anunciaram que ela fora surpreendida no ato de adultério. Notamos que eles não a levaram a Jesus porque se interessavam pela vida dela como ser humano, mas apenas usando as circunstâncias em que ela se envolvera como uma oportunidade para acusar Jesus de quebrar a Lei mosaica. A mulher pecadora era mais um meio do que um fim! Chama-me a atenção os versos 

 "4 Eles disseram: — Mestre, esta mulher foi apanhada no ato de adultério. 5 De acordo com a Lei que Moisés nos deu, as mulheres adúlteras devem ser mortas a pedradas. Mas o senhor, o que é que diz sobre isso?" João 8.4-5

 Embora o questionamento deles estivesse calcado em uma motivação errada, fizeram uma boa pergunta: "... o senhor, o que é que diz sobre isso?" Jesus não respondeu em palavras. A Escritura diz que Ele Se abaixou e começou a escrever no chão... depois que todos foram embora, a Escritura diz que Jesus foi deixado a sós com a mulher. Sabe irmãos, é admirável ver como Jesus se inclinou... provavelmente para o local onde a mulher fora atirada... Isto nos faz lembrar que Jesus, como Deus em carne, vem até onde estamos e identifica-Se com nossa condição. Ele não fica envergonhado em identificar-se com pessoas pecadoras. Ele vem a nós no auge de nossa crise e do nosso desespero, quando estavam sozinhos e Jesus perguntou "Mulher, onde estão eles? Não ficou ninguém para condenar você?" podemos imaginar que a mulher olhou em volta de si e sentiu que Deus havia começado a tratar do seu problema! "— Ninguém, senhor! — respondeu ela." - Assim é a obra do Deus de amor maravilhoso que temos, completa! E melhor ainda, com a garantia que só Ele pode dar...

 "— Eu sou a luz do mundo; quem me segue nunca andará na escuridão, mas terá a luz da vida." João 8.12

 Se alguém está hoje em situação deplorável, saiba que Jesus o está esperando, Ele está disposto a se inclinar até você, seja qual for o horário, Ele está de plantão! Mesmo que o mundo não se interesse por você, mesmo que o mundo o tenha condenado, saiba que há um Juiz que não o julgará com palavras humanas, mas sim com o amor celestial! Seja qual for o lugar que você está, o mais baixo que for... Jesus irá até lá, e lhe dará a mão, e lhe trará a luz!

 Oh Glória!!

 Autor: Almir Lima